Fomos ao 21º Festival do Japão


Bom dia!
Prontos para conferir como foi o 21º Festival do Japão? Separei aquilo que me chamou mais atenção e que fazem valer a pena a visita ao festival.
O festival aconteceu nos dias 20, 21 e 22 de julho no São Paulo Expo (Imigrantes).
O evento é bem organizado e tem uma variedade bem grande de coisas para ver. O local é enorme e há atrações para todas as idades. Fiquei admirada com o tamanho da arena e do palco onde aconteceram diversas apresentações durante o dia.


Um dos locais que gostei bastante foi a área cultural que contava com diversos estandes realizando workshops gratuitos de desenho em mangá, origami, pintura japonesa, kirigami, etc…


A decoração do festival é incrível!





A variedade de estandes é grande e eles apresentam alguma forma de interação com o público como brincadeiras, apresentações, palestras, degustação… Eram muitas atividades durante o dia e você podia até mesmo ganhar alguma lembrancinha.




O festival só pecou no tamanho da praça de alimentação, que se tornou pequena nos dias de mais movimento (sábado e domingo), era quase impossível conseguir uma mesa para comer e as filas eram enormes.

Editora JBC
A editora JBC trouxe box’s, coleções (com mega desconto) e edições recentes e antigas de mangás. Era possível conhecer também a grande novidade que são os mangás digitais. Havia o primeiro capítulo disponível para leitura no estande.



Maid Café
Um dos lugares que gostei de visitar foi o Maid Café Chest of Wonders, que busca trazer a experiência e cultura dos maids cafés japoneses. Haviam doces e bebidas super gostosas e o atendimento na hora da entrega do pedido é muito legal. Abaixo vocês podem ver um vídeo de como é:  



Ikesaki
A Ikesaki esteve presente no festival com um mega estande cheio de produtos. O estande possuía um túnel do tempo contando a história dos primeiros imigrantes japoneses no Brasil e também toda a história do grupo Ikesaki. Além disto haviam apresentações de profissionais renomados na área da beleza e estações para fazer maquiagem, fazer uma massagem, pegar dicas, cortar cabelo…


MAFF
Gostei também do estande da MAFF que realizava diversas palestras relacionadas a culinária japonesa e apresentava alguns produtos que podem ser achados aqui no Brasil. Participei da palestra sobre obentô e fizeram uma brincadeira para alguns participantes terem a experiência de montar um obentô com os ingredientes fornecidos, foi bem divertido ver os resultados e o pessoal se esforçando para fazer mais bonito. Também houve degustação.


Hello Kitty
A Sanrio, criadora da Hello Kitty trouxe diversos produtos da personagem.
Havia também um espaço para fotos.







Estandes

O festival é um prato cheio para aqueles que querem experimentar coisas diferentes. Há muitos estandes de comida e também de bebida. Arrisco dizer que mais da metade dos estandes de todo o festival traz algum tipo de comida.
Alguns deles (principalmente os de doces) ofereciam degustação.


Também haviam vários estandes para comprinhas de coisas diferentes.




O festival foi muito divertido e gostei muito da variedade de atrações . Acabei vendo e participando das atividades dos estandes e acabei conferindo pouco das apresentações que ocorreram no palco e na arena. Na próxima pretendo fazer uma programação para conferir com mais calma as apresentações.


Espero que tenham gostado de saber como foi o Festival do Japão. Não esqueçam de comentar o que acharam do evento e se pretendem ir ano que vem!



Share this:

JOIN CONVERSATION

1 comentários:

  1. Que evento mais lindo, amei ver os detalhes nesse post :)

    http://submersa-em-palavras.blogspot.com/2018/07/entrevista-escritora-renata-melo.html#comment-form

    ResponderExcluir