Fate Stay Night (Visual Novel) - Games


Fala galera, hoje estou trazendo um dos vários amores que tenho, Fate Stay Night, só que começarei lá do princípio de quando Fate havia nascido, relaxem não contarei tudo porque se não ficará um artigo do tamanho da listona da temporada e estou evitando isso. Bom hoje estou trazendo o que originou o Fate Series que temos atualmente o tesão de acompanhar, o seu primeiro game, a Visual Novel de Fate Stay Night.
Como muitos sabem o anime lá de 2006 foi uma adaptação da Visual Novel com o mesmo título, a Visual Novel foi desenvolvida pela Type-Moon o nome que sempre vemos nas aberturas das series de Fate, a linda história foi escrita por Kinoko Nasu e ilustrada por Takashi Takeuchi, quem ilustra atualmente o anime é Ikariya Atsushi. A história do jogo se passa na cidade japonesa Fuyuki, uma cidade cercada pelo mar e pelas montanhas. Nesta cidade comum, as trevas se aproximam. Onde acontece um ritual chamado Seihai Sensou (Guerra do Cálice), diz-se que o Santo Graal concede desejos para quem o possui. Para que o Santo Graal se materialize, esse ritual está a ponto de ser feito. O Santo Graal escolherá sete Magos (Mestres) e dar-lhes-á sete espíritos heroicos familiares (Servos) divididos em sete classes de acordo com as suas habilidades: Saber (O espadachim), Archer (O arqueiro), Rider (O cavaleiro), Berserker (O insano), Lancer (O lanceiro), Caster (O mago) e Assassin (O mercenário). O mestre possui um contrato com um dos sete espíritos familiares (Classes). O mestre deve provar que está qualificado ter o Santo Graal, ou seja deve eliminar outros mestres à mostra que é o mais forte. O protagonista Emiya Shirou tinha perdido seus pais em um incêndio quando ainda era uma criança. Foi adotado por um homem misterioso chamado Emiya Kiritsugu, um mago. Com o consentimento de seu padrasto, Shirou estudou magia, entretanto, por não possuir talento natural para magia, só é capaz de analisar a estrutura de objetos e reforçá-los. Um dia, ele é envolvido acidentalmente em uma luta entre dois Servos, Archer e Lancer. Como a guerra é um segredo, Lancer acaba assassinando Shirou. Mas uma aluna de sua escola, Tohsaka Rin (a mestra de Archer) salva sua vida. Lancer o persegue e o ataca novamente, e no momento crítico, Shirou acaba invocando Saber, a ex-Servo de seu padrasto. E assim Shirou e Rin juntamente de seus Servos se unem para acabar com guerra pelo Santo Graal. O enredo do jogo é o mesmo de todas as series lançada, a diferença é que na Visual Novel assim como qualquer outra por ai, tem mais de um final para seguir, a rota “Fate Stay Night” onde foca em Shirou e Saber foi adaptada no anime em 2006 que gerou o sucesso de hoje em dia, a segunda rota é a Unlimited Blade Works,que por curiosidade também existe uma adaptação em anime feita em 2014, que por sinal foi um sucesso também. Caso se interesse a série pode ser encontrada no catálogo da Netflix o título é o mesmo, “Fate Stay Night: Unlimeted Blade Works”, recomendo muito ver a série por ser acima da média para um anime.
Essa rota foca mais em Rin e Archer e o envolvimento com Shirou e a última é a Heaven's Feel que será adaptada em um filme no futuro bem próximo que foca em Sakura e seu passado misterioso, e como Shirou influencia ela.


Em minha humilde opinião, de todas as rotas a da Saber é mais bonita, a história dela é dramática, romântica, engraçada, movimenta, linda, maravilhosa, divina, devia ter uma religião de adoradores da Saber por isso. Mas todas são bonitas, digo isso por ter jogado muito e ser fã de toda a saga, a Visual Novel de Fate foi lançada em 2003, fora o título ainda temos continuação da Visual Novel que leva o subtítulo Hollow Ataraxia e também se expandindo para outras plataformas como Playstation 2 e PSP. Atualmente esperamos o novo título para o PS4, “Fate Excella”.  Muitos sabem que Fate é um título de sucesso, existe a Light Novel Fate/Zero, tem adaptações para Mangás e spin-off lolicon Fate/Kailed. Mas aqui no Brasil temos algo da série em português para que se possa entender?
A resposta é simples, SIM! Atualmente está sendo traduzida (embargada!) a Visual Novel para o português pela Ohayo! Scans, porém só uma patch parcial que foi liberada, então você só terá traduzido o começo da história, depois vai ter que fazer aulas de japonês para entender tudo. A solução é bem simples só baixar e jogar em inglês, isso mesmo! Deixar de preguiça e começar a aprender a língua mais falada do mundo. E o mangá de Fate Stay Night está sendo lançado no Brasil, pela editora Panini, a série está no volume 11 e terá 20 volumes em seu total. Como citei mais no começo, existe uma Light Novel chamada Fate/Zero, que por sorte também está sendo lançado aqui no Brasil, só que pela editora Newpop. Existem suspeitas que a Panini também tenha mais uma adaptação do universo “Fate” a ser lançado ainda. Fico na torcida para que sim.
  



 E para aqueles que gostaram da ideia de jogar em inglês é só baixar na “Fuwanovel” um site americano de Visual Novels traduzidas do japonês para o inglês, compensa muito e tem a opção de Torrent que baixa rapidinho.
Bom galera, trouxe hoje uma resenha mais de recomendação do que avaliação, não percam as outras resenhas que o blog está bem pomposo esses tempos, forte abraço e fui.








Share this:

JOIN CONVERSATION

1 comentários:

  1. Adorei sua resenha Breno!
    Não tinha ideia que havia um jogo sobre Fate. Eu vi às adaptações em anime e adorei! Vou procurar o jogo, parece ser muito bom.
    A guerra pelo cálice é algo bem diferenciado e os personagens são bem construídos em minha opinião.É um titulo que realmente vale a pena conferir.

    Beijos

    ResponderExcluir