Doutor Estranho - Filme


Olá amigos de Praxe, hoje irei falar do novo lançamento da UMC (Universe Marvel Cinematic) o místico, colorido e “fodão”, Doutor Estranho.
Doutor Estranho só pode ser classificado como surreal e psicodélico! Tão psicodélico que em uma sala IMAX em 3D é possível até sentir tontura tamanho é o efeito! Porém, não é só de bons efeitos que o longa é feito! Um bom roteiro, bem dinâmico e nada lento faz com que Doutor Estranho seja mais um filme de qualidade da Marvel.

Já na introdução podemos ver o uso de cenários mais surrealistas em que a realidade é questionada. Depois, vemos como o cirurgião Stephen Strange (Benedict Cumberbatch, série Sherlock) passa de arrogante e metido para um homem desesperado por cura. Strange, como muitos médicos, possuem o complexo de Deus, já que salva vidas e é muito bom no que faz, mas um acidente afeta suas mãos que ao tremerem o impossibilita de fazer a única coisa que ele parece saber fazer. E isso é tão forte para o protagonista que ele recusa todo e qualquer outro título que possam dar a ele. Strange é um doutor e faz questão de lembrar isso a todo momento.


Ao saber que existe um lugar que possa curá-lo, Strange gasta os últimos centavos para encontrar um santuário onde a anciã possui poderes quase que místicos. Mesmo afirmando que só quer curar suas mãos, a curiosidade de Strange é tão grande que ele descobre ter mais poderes do que imaginava e acaba se envolvendo nos problemas do santuário, já que um antigo aluno colocará em risco as leis da natureza. O longa é repleto de ação e não demora muito para Strange estar envolvido na trama principal. Apesar de ser um novo herói no cinema, Doutor Estranho não peca por uma introdução enfadonha, apresentando uma história agitada, acelerada e que flui rapidamente.
Personagens como a Anciã e Mordo são importantíssimos para a trama, mas acredito que a trajetória da mestra seja previsível, principalmente se a gente levar em conta as relações entre professores e alunos de muitos filmes. Também não temos um vilão supercomplexo ou profundo, mas ainda assim, o roteiro surpreende principalmente por Strange usar muito mais a inteligência do que a força.
Como em todos os filmes da Marvel, existem bons diálogos com alívio cômico. Com o recurso do anticlímax e do imprevisto, a comédia é inteligente e diverte tanto quanto a ação, mas sem nenhum exagero, bem menos até do que foi o primeiro Os Vingadores (2012).
O espaço e o tempo são personagens usados como ferramentas dessa história e até me lembrou um pouco o filme Interestelar (2014), onde a gravidade é bem diferente de tudo que aquilo que imaginamos. E gostei de ver a relação de Strange com sua capa, assim como as cenas em que atravessa as dimensões. Em relação aos atores, Benedict Cumberbatch está ótimo e seu personagem que começa sem muito carisma, acaba conquistando o público no final. Chiwetel Ejiofor (12 Anos de Escravidão), Mads Mikkelsen (série Hannibal) e Tilda Swinton (Ave, César!) Também estão excelentes na trama, mas gostaria de ter visto mais da Rachel McAdams (Questão de Tempo). Não esquecendo de dar um destaque, a atuação de Tilda como “Anciã” me deu uma surpresa muito boa, seu talento abrilhantou muito o filme e sua trama, Tilda sempre teve um ar exótico em suas atuações e como “Anciã” não ficou de fora, seu papel é uma adaptação de “Ancient One”, personagem que no quadrinho é um homem idoso e muito sabido, nesse ritmo Tilda achou seu próprio jeito de fazer seu “Ancient One” dando um ar de originalidade. Durante sua atuação muitas vezes esqueci que era uma mulher ou até mesmo um homem, estava mais para um ser ou entidade que superou os termos carnais de nossa sociedade.


Doutor Estranho pode parecer ser um filme isolado dos outros da Marvel, mas não é, inclusive uma das cenas pós-créditos mostra bem o quanto o longa está conectado com os outros filmes. Já a segunda cena pós-créditos deixa um excelente gancho para a continuação. Assim, não saiam do cinema antes do final dos créditos, embora vocês já devem saber disso. Com uma execução de roteiro perfeita, efeitos especiais impecáveis e personagens fortes, Doutor Estranho é mais um herói da Marvel que fará sua história nos cinemas.
Bom, é isso meus amigos, espero que tenham gostado e não deixem de acompanhar as novidades aqui no blog.
Trailer



FICHA TÉCNICA
Título:Doutor Estranho
Título Original: Doctor Strange
Duração: 1 Hora e 55 min.
Diretor: Scott Derrickson
Disney/Marvel

Share this:

JOIN CONVERSATION

4 comentários:

  1. Sinceramente o "Universo Marvel" já começou a ficar confuso para mim, e apenas no primeiro pós-credito é que pude entender a ligação de DR estranho com os demais roteiros da Marvel. Não li os quadrinhos, vi todos os filmes e algumas séries, mesmo assim me sinto um pouco perdida. Precisarei fazer um cronograma de tudo, filme e série para ver se entendo onde a Marvel quer chegar. rsrsrs
    Mas, por enquanto vou assistindo porque adoro todos os filmes, personagens, atores, efeitos... etc.
    Ótima resenha!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Letícia, altamente recomendável ler os quadrinhos por te dar uma percepção maior sobre o herói. Obrigado!!!

      Excluir
  2. O que dizer desse herói que há pouco tempo atrás só era mais um desconhecido como Deadpool, Arrow? Não tô sendo negativa, eu realmente acho bom o pessoal conhecer outros heróis além de Superman, Batman ou os Vingadores. Assim que der eu assistirei esse filme porque adoro o mundo dos super-heróis e claro, você fez uma ótima resenha.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá HELOISA, obrigado por sua atenção ao blog e a resenha, obrigado por compartilhar uma opinião positiva, veja sim pq esse filme pode até levar um oscar... ;p
      Forte abraço...

      Excluir