Precisamos falar sobre quadrinhos


Olá leitores!
O blog também faz publicação de resenhas de alguns mangás e quadrinhos. Como muita gente não entende muito deste assunto, hoje trouxemos para vocês explicações sobre esse mundo. Iremos abordar de forma resumida e espero que até o final do post eu consiga esclarecer algumas dúvidas e criar interesse em vocês para terem contato com este tipo de leitura.
Termos
A pergunta mais comum é: mas qual a diferença de mangá, HQ, gibi...? Eu percebi que há muita confusão em relação aos termos usados então irei explica-los.

Quadrinho: qualquer arte que une texto e imagens. Narra uma história de estilos variados e possui formatos variados (revistas, jornais, comics...)
Cartoon: Desenho humorístico que pode ser acompanhando ou não de uma legenda. Geralmente são curtos.
Mangá: segue os costumes orientais. Lido “de trás para frente” e aborda a cultura oriental em suas histórias que podem ser sobre diversos temas. Possui o estilo preto e branco predominante embora existam algumas edições coloridas ou com as primeiras páginas em cor. Geralmente publicados em várias edições, embora alguns possuem uma única edição.
HQ: em sua grande maioria são sobre super-heróis. Possui leitura ocidental e apresentam um estilo colorido. São publicados geralmente em várias edições.
Gibi: possui traçado e história mais simples. São lidos de forma ocidental e são coloridos. Geralmente possuem uma conclusão em cada edição.
Graphic Novel:
Ou seja, não é errado você chamá-los de quadrinho, os outros termos servem apenas para especificar o estilo da obra.

Mangás
Como o intuito do post é explicar melhor o que são os mangás irei focar neles.
Primeiramente, o que são mangás?
“Mangá é o nome dado às histórias em quadrinhos de origem japonesa. A palavra surgiu da junção de dois vocábulos: “man” (involuntário) e “gá” (desenho, imagem). Ou seja, mangá significa literalmente “desenhos involuntários”.

Estilos
Existem diversos estilos de mangás por isso irei abordar os mais conhecidos simplificadamente:
Kodomo: voltado para o público infantil. Histórias simples com lição de moral e ensinamentos.
Shounen: voltado para o público infanto-juvenil masculino. Histórias de aventura, comédia e esporte. Traçado geralmente forte.
Shoujo: voltado para o público infanto-juvenil feminino. Histórias de romance, aventura, comédia. Podem conter elementos fantásticos como guerreiras magicas.
Hentai: voltado para o público adulto. Histórias de cunho erótico.
Ecchi: é o famoso “fan sevice”. Geralmente voltado para o público masculino traz alguns elementos eróticos para a história.
Yaoi: retrata relacionamento amoroso entre protagonistas do mesmo sexo, especificamente homens. Traz também drama, comédia, aventura...
Yuri: retrata relacionamento amoroso entre protagonistas do mesmo sexo, especificamente mulheres. Traz também drama, comédia, aventura...

Como se lê
Os mangás publicados no Brasil seguem a ordem de leitura oriental: da direita para a esquerda, ou seja, para nós ele está invertido. Eles seguem este formato para chegar o mais próximo possível aos originais japoneses.


Publicação
A publicação varia, geralmente as edições são publicadas mensalmente ou bimestralmente.
Pode acontecer do mangá entrar em “Hiato”, que é quando há uma pausa na publicação por ter atingido o mesmo volume do Japão (é como esperar o autor escrever o livro seguinte de uma série).

Ordem

Existem alguns mangás de edição única, porém boa parte é publicada em várias edições por isso fique atento quanto ao volume que você pretende adquirir para não pegar a história no meio! Você pode conferir os títulos com antecedência no site das editoras e ver qual o último volume publicado.  Recomendo que evitem edições que estão em um volume bem avançado (ex: ultima publicação foi o volume 10), pois será difícil conseguir os antigos para completar. 





Share this:

JOIN CONVERSATION

    Blogger Comment

0 comentários:

Postar um comentário