Guerra civil de Stuart Moore



Sinopse
A épica história que provoca a separação do Universo Marvel. Homem de Ferro e Capitão América: dois membros essenciais para os Vingadores, a maior equipe de super-heróis do mundo. Quando uma trágica batalha deixa um buraco na cidade de Stamford, matando centenas de pessoas, o governo americano exige que todos os super-heróis revelem sua identidade e registrem seus poderes. Para Tony Stark - o Homem de Ferro - é um passo lamentável, porém necessário, o que o leva a apoiar a lei. Para o Capitão América, é uma intolerável agressão à liberdade cívica. Assim começa a ´´Guerra Civil``.

Sobre o livro

Guerra Civil está sendo um dos filmes bastantes comentados nos últimos meses, até porque foi um dos lançamentos mais esperados pelos fãs da Marvel. Mas será que o livro se parece com o filme ou não? Vamos descobrir.
A história do livro, assim como a do quadrinho, começa narrando sobre Os Novos Guerreiros, um grupo jovem de super-heróis que estrelava em um reality show mostrando o dia a dia de combate ao crime. Resolvendo aumentar a audiência e a popularidade, eles descobrem o paradeiro de um grupo de vilões foragidos de um prisão estadual e resolvem ir captura-los. Ao chegarem lá, se achando fortes o suficiente eles pretendem deter o fraco grupo de criminosos. O grupo era realmente fraco, porém com exceção de Nitro, um vilão que assim como seu nome diz tem o poder de explodir, e durante a ação dos super-heróis o vilão não vê outra escolha a não ser usar seu maior poder. Com isso centenas de pessoas são dizimadas, destruindo um quarteirão inteiro com casas, árvores, carros e até uma escola que estava situada perto da ação do grupo de heróis e vilões.

“Oitocentos e cinquenta e nove moradores de Stamford, Connecticut, morreram naquele dia. Mas Robbie Baldwin, o jovem herói chamado Speedball, não chegou a saber disso. O corpo de Robbie ferveu até evaporar, e enquanto a energia cinética dentro dele explodia pela última vez no vazio, seu último pensamento foi: Pelo menos não teria que ficar velho”


O clima agora passa a ser de muita revolta e comoção, por conta dos Novos Guerreiros e suas práticas e ações irresponsáveis vindo a atingir também a equipe dos vingadores. Motivado pelas revoltas da população, o senado americano decide impor a Lei do Registro, lei está que diz que todo super-herói deveria se dirigir a um posto do governo e apresenta-se abertamente ao público, revelando suas identidades por trás das máscaras, e sendo beneficiado como um funcionário público.

“- Meu nome é Peter Parker – apresentou-se ele. – E eu sou o Homem-Aranha desde os quinze anos.”

E ai que acontece a separação do universo da Marvel. Tony Stark – o Homem de Ferro – não tem outra escolha a não ser apoiar a lei, sendo que revelar sua identidade nunca foi um problema para ele. Já Steve Rogers – o Capitão América – passa a ser um foragido da justiça, pois não concorda com a tal lei imposta, acreditando ser uma agressão a liberdade cívica e lutará até o fim para tentar reverter isso.
O final do livro foi o mais surpreendente. É realmente uma história fantástica que prende o leitor do começo ao fim. Sobre a edição achei simplesmente magnifica, a editora caprichou. Se você é fã da Marvel está é uma edição que vale super a pena ter na estante.


Informações do autor
Stuart Moore é escritor e editor de livros e quadrinhos, pelos quais recebeu diversos prêmios. Ele é o autor de American Meat e Reality Bites (Games Workshop) e John Carter: The Movie Novelization (Disney). Suas histórias em quadrinhos recentes incluem Namor: The First Mutant e Wolverine Noir (Marvel Comics), a equipe de super-heróis multicultural The 99 (Teshkeel Media), e os quadrinhos originais de Shadrach Stone (Penny-Farthing Press). Stuart atuou como editor de quadrinhos da Virgin/SciFi Channel, do selo Marvel Knights, e do aclamado selo Vertigo, da DC, pelo qual ganhou o prêmio Eisner na categoria de ´´Melhor Editor``, em 1996.


|Editora: Novo Século
|Autor(a): Stuart Moore
|Páginas: 398
|ISBN: 9788542804126

Share this:

JOIN CONVERSATION

1 comentários:

  1. O livro realmente possui um narrativa muito parecida com o do quadrinho, essa opção é para aqueles que querem entrar no universo Marvel, mas não tem paciencia para analisar os desenhos (kkkkkk), ou para complementar ainda mais as sagas.

    ResponderExcluir