Lançamentos do mês - Ed. Intrínseca

A cada lançamento literário tenho mais certeza de que minha lista de desejados nunca terá fim! Conheça aqui os lançamentos de maio/2016 da Ed. Intrínseca!


| ISBN: 9788580579574
| Ano: 2016
| Páginas: 384
| Editora: Intrínseca

O primeiro livro de Jojo Moyes publicado pela Intrínseca, relançado com nova capa.
Londres, 1960. Ao acordar em um hospital após um acidente de carro, Jennifer Stirling não consegue se lembrar de nada. De volta a casa com o marido, ela tenta, em vão, recuperar a memória de sua antiga vida. Por mais que todos à sua volta pareçam atenciosos e amáveis, Jennifer sente que alguma coisa está faltando. É então que ela descobre uma série de cartas de amor escondidas, endereçadas a ela e assinadas apenas por "B", e percebe que não só estava vivendo um romance fora do casamento, como também parecia disposta a arriscar tudo para ficar com seu amante.Quatro décadas depois, a jornalista Ellie Haworth encontra uma dessas cartas endereçadas a Jennifer durante uma pesquisa nos arquivos do jornal em que trabalha. Obcecada pela ideia de reunir os protagonistas desse amor proibido em parte por estar ela mesma envolvida com um homem casado, Ellie começa a procurar por "B", e nem desconfia que, ao fazer isso, talvez encontre uma solução para os problemas do próprio relacionamento.Com personagens realisticamente complexos e uma trama bem-elaborada, A Última Carta de Amor entrelaça as histórias de paixão, adultério e perda de Ellie e Jennifer. Um livro comovente e irremediavelmente romântico.


| ISBN: 9788580579147
| Ano: 2016
| Páginas: 368
| Editora: Intrínseca

Toda história tem dois lados. Todo relacionamento tem duas perspectivas. E às vezes a chave para um grande casamento não está em suas verdades, mas em seus segredos.
Aos 22 anos, Lotto e Mathilde são jovens, perdidamente apaixonados e destinados ao sucesso. Eles se conhecem nos últimos meses da faculdade e antes da formatura já estão casados. Seguem-se anos difíceis, mas românticos: reuniões com amigos no apartamento em Manhattan; uma carreira que ainda não paga as contas; uma casa onde só cabem felicidade e sexo bom. Uma década depois, o caminho tornou-se mais sólido. Ele é um dramaturgo famoso e ela se dedica integralmente ao sucesso do marido. A vida dos dois é invejada como a verdadeira definição de parceria bem-sucedida.
Porém, nem tudo é o que parece; toda história tem dois lados, e em um casamento essa máxima se faz ainda mais verdadeira. Se em Destinos somos seduzidos pela imagem do casal perfeito, em Fúrias a tempestuosa raiva de Mathilde se revela fervendo sob a superfície. Em uma reviravolta emocionalmente complexa, o que começou como uma ode a uma união extraordinária se torna muito mais. Com profundidade e um emaranhado de tramas, a prosa vibrante e original de Destinos e fúrias comove, provoca e surpreende. Um romance sobre os muitos casamentos possíveis entre o amor, a arte e o poder e sobre os diferentes pontos de vista pelos quais essas combinações podem ser enxergadas.
Romance finalista do National Book Award de 2015 e do Kirkus Prize, eleito livro do ano pela Amazon e diversos veículos de imprensa, entre eles The Washington Post, Time, Slate e Kirkus Reviews. Best-seller do The New York Times, Destinos e fúrias teve direitos de publicação vendidos para mais de 20 países.

| ISBN: 9788580579246
| Ano: 2016
| Páginas: 368
| Editora: Intrínseca

O maior best-seller de Jojo Moyes ganha agora as telas de cinema.
Autora de mais de dez livros, Jojo Moyes tem em Como eu era antes de você seu maior êxito comercial: o livro já vendeu quase oito milhões de exemplares em todo o mundo e ocupou o topo da lista de mais vendidos em nove países. Agora a irresistível história de amor chega aos cinemas com roteiro adaptado pela própria autora e com Emilia Clarke (Game of Thrones) e Sam Claflin (Jogos Vorazes) nos papéis de Will e Lou.
Em Como eu era antes de você, Lou Clark é uma jovem cheia de vida e espontaneidade, que sabe uma porção de coisas. Ela sabe quantos passos separam sua casa do ponto de ônibus. Sabe que adora trabalhar como atendente em um café e sabe que provavelmente não ama seu namorado, Patrick. O que Lou não sabe é que está prestes a perder o emprego, e que isso a obrigará a repensar toda sua vida.
Will Traynor, por sua vez, sabe que o acidente com a motocicleta tirou dele a vontade de viver. Ele sabe que o mundo agora parece pequeno e sem graça, e sabe exatamente como vai dar um fim a tudo isso.
O que Will não sabe é que a chegada de Lou vai trazer de volta a cor à sua vida. E nenhum deles desconfia de que esse encontro irá mudar para sempre a história dos dois.


| ISBN: 9788580579253
| Ano: 2016
| Páginas: 416
| Editora: Intrínseca

De um dos músicos mais icônicos e fascinantes de nosso tempo, o relato terno, divertido e angustiante de uma trajetória que vai da pobreza e da alienação ao improvável sucesso mundial.
Havia diversas razões para Moby jamais deslanchar como DJ e músico na cena club nova-iorquina. Aquela era a Nova York das boates Palladium, Mars, Limelight e Twilo, a cidade do hedonismo desenfreado regado a drogas, e lá estava Richard Melville Hall, descendente distante do autor de Moby Dick, um garoto branco, pobre e magrelo de Connecticut, cristão devoto, vegano e totalmente careta.
Moby testemunhou em Nova York um submundo cultural atrevido e festivo. Ele encontrou seu espaço e alcançou o sucesso, que logo se mostrou efêmero e cheio de complicações. No desfecho da década de 1990, frente a um fim iminente, acabou criando o álbum que viria a ser o início de uma nova fase espetacular: Play, que vendeu milhões de cópias no mundo todo.
Francas e sem remorsos, as memórias descritas em Porcelain cobrem dez anos da carreira de Moby, da fita demo que o colocou no comando das pickups do porão da recém-inaugurada Mars ao auge retumbante do sucesso. Com uma voz que ressoa honestidade e uma paixão inabalável por sua música, o que Moby faz é tanto uma crônica sobre uma cidade e uma época quanto uma exploração profundamente íntima da busca pelo sucesso. Mais que uma autobiografia, Porcelain é o retrato de um jovem imerso em uma cena cultural extremamente instigante, narrado com o ritmo e a fluidez de um romance da melhor qualidade
Inclui dois encartes com fotos.
Porcelain, título do livro, é também nome de uma das músicas mais emblemáticas do álbum Play, o grande ponto de virada da carreira de Moby. Lançado no Brasil apenas uma semana após o lançamento nos EUA, o livro contará com campanhas alinhadas entre editora e gravadora.

| ISBN: 9788580579093
| Ano: 2016
| Páginas: 272
| Editora: Intrínseca

Repetir um movimento várias e várias vezes ajuda a clarear a mente uma lição que Finley aprendeu muito cedo, nas quadras de basquete. Numa cidade comandada pela violência do tráfico e da máfia irlandesa, vestir a camisa 21 e dar o sangue em quadra é sua válvula de escape.
Vinte e um também é o número da camisa de Russ, um gênio do basquete. Ou pelo menos era. Recém-chegado à cidade de Bellmont depois de ter a vida virada de cabeça para baixo por uma tragédia, a última coisa que ele quer é pegar de novo numa bola.
Russ está confuso, parece negar o que lhe aconteceu e agora se autointitula um alienígena de passagem pela Terra. Finley recebe a missão de ajudá-lo a se recuperar e, para isso, precisará convencê-lo a voltar a jogar, mesmo sob o risco de perder seu lugar como estrela do time.
Contra todas as probabilidades, Russ e Finley se tornam amigos e, por mais estranho que pareça, a presença de Russ poderá transformar a vida de Finley completamente. Uma emocionante história sobre esperança, amizade e redenção, com a prosa sensível e inteligente de Matthew Quick.

| ISBN: 9788580579352
| Ano: 2016
| Páginas: 240
| Editora: Intrínseca

Desde que assumiu o comando do TED em 2001, Chris Anderson tem mostrado o poder que as palestras curtas, francas e cuidadosamente elaboradas do programa têm de compartilhar conhecimento, despertar empatia, gerar empolgação e promover sonhos. Feita da maneira certa, uma apresentação é capaz de eletrizar um auditório e transformar a visão de mundo da plateia seu impacto pode ser mais poderoso que o de qualquer informação escrita.
Esse livro explica como alcançar o feito de produzir uma fala marcante. Não há uma fórmula, já que nenhum discurso deve ser igual a outro. Contudo, existem ferramentas que podem garantir o desempenho de qualquer orador.
Nos bastidores do TED, Chris Anderson acompanhou de perto palestras individuais que, in loco e on-line, chegam a alcançar milhões de pessoas. Discursos únicos, sobre os mais variados temas, de personagens que vão de Bill Gates a Bono Vox, Stephen Hawking a Michelle Obama, Elon Musk a Jamie Oliver, entre muitos outros. Nesse livro ele compartilha seus insights mais relevantes, que cobrem desde a formulação do conteúdo da conferência até como tirar melhor proveito do palco. TED Talks é o manual definitivo do século XXI para uma comunicação de fato efetiva, além de leitura obrigatória para todos que querem mudar o mundo com suas ideias.
Fenômeno da internet, o TED Talks é conhecido no mundo inteiro por promover palestras de temas variados ministradas por grandes nomes da atualidade, o que atrairá todos os interessados em conhecer melhor seus bastidores.
Como seu principal objetivo é ajudar os leitores a melhorar sua comunicação com o público, a obra chamará a atenção daqueles que pretendem promover novas ideias e empreendimentos, dão aulas ou simplesmente precisam fazer uma apresentação na faculdade ou numa reunião profissional.

| ISBN: 9788580579192
| Ano: 2016
| Páginas: 128
| Editora: Intrínseca

Uma peculiar família de desbravadores, os Ertl decidem se exilar na Bolívia depois da derrota da Alemanha na Segunda Guerra Mundial. O desejo por aventura de Hans, o patriarca que fora cinegrafista da cineasta alemã Leni Riefenstahl, o leva a arrastar esposa e filhas em expedições em busca da cidade inca de Paitití, escondida na Selva Amazônica. Essa ânsia pelo desconhecido, com toda sua imprecisão e loucura, contagiará as meninas de diferentes formas, mas será Monika, a mais velha e audaciosa das três, a única a herdar o caráter inconformista do pai, porém com um objetivo muito mais temerário.
Com elementos biográficos, históricos e ficcionais e narrado por diferentes personagens, Os afetos compreende um período de cinquenta anos da vida dos integrantes da família Ertl. Na polifonia da qual participam pai, mãe, filhas, mas também amantes e maridos, Rodrigo Hasbún reconta, à margem do idealismo, a convulsão política que abalou a América Latina na década de 1960, explorando as dificuldades que surgem ao se tentar conciliar as consequências das próprias decisões, tanto políticas quanto sentimentais.
Um romance intenso e cheio de beleza, Os afetos evidencia como é possível estar ao mesmo tempo perto e distante daqueles a quem somos ligados pelo sobrenome e pelas memórias compartilhadas e também como essas memórias nem sempre são um terreno seguro.
Selecionado em 2010 como um dos melhores escritores de língua espanhola pela revista Granta, Rodrigo Hasbún é um dos maiores expoentes da nova geração de autores latino-americanos.
Os direitos de tradução de Os afetos foram vendidos para dez países e a adaptação cinematográfica do livro está em desenvolvimento sob a direção do premiado Juan Carlos Valdivia, com lançamento previsto para 2017.

| ISBN: 9788580579284
| Ano: 2016
| Páginas: 320
| Editora: Intrínseca

Como você pune um deus imortal? Transformando-o em humano, claro! Depois de despertar a fúria de Zeus por causa da guerra com Gaia, Apolo é expulso do Olimpo e vai parar na Terra, mais precisamente em uma caçamba de lixo em um beco sujo de Nova York. Fraco e desorientado, ele agora é Lester Papadopoulos, um adolescente mortal com cabelo encaracolado, espinhas e sem abdome tanquinho. Sem seus poderes, a divindade de quatro mil anos terá que descobrir como sobreviver no mundo moderno e o que fazer para cair novamente nas graças de Zeus. 
O problema é que isso não vai ser tão fácil. Apolo tem inimigos para todos os gostos: deuses, monstros e até mortais. Com a ajuda de Meg McCaffrey, uma semideusa sem-teto e maltrapilha, e Percy Jackson, ele chega ao Acampamento Meio-Sangue em busca de ajuda, mas acaba se deparando com ainda mais problemas. Vários semideuses estão desaparecidos e o Oráculo de Delfos, a fonte de profecias, está na mais completa escuridão. 
Agora, o ex-deus terá que solucionar esses mistérios, recuperar o oráculo e, mais importante, voltar a ser o imortal belo e gracioso que todos amam.
Alerta de Spoiler se não leu os 2 primeiros

| ISBN: 9788580579079
| Ano: 2016
| Páginas: 192
| Editora: Intrínseca

No terceiro livro da série Frank Einstein, Frank (um gênio mirim, cientista e inventor), Klink (uma inteligência artificial automontada) e Klank (uma inteligência artificial praticamente automontada) constroem um artefato inédito: um mecanismo capaz de turbocarregar as ondas cerebrais, potencializando o sistema do corpo que o usuário desejar, sendo capaz de melhorar a velocidade, a força e até mesmo a memória de qualquer pessoa. Tudo isso porque uma grande amiga, Janegoodall, precisa de uma forcinha para entrar no time de beisebol da cidade.
Porém, T. Edison, o arqui-inimigo de Frank, não vai perder a oportunidade de tentar se aproveitar dessa invenção: seu plano maligno é usar o turbocérebro para controlar a mente de todos os moradores de Midville, e para isso ele sequestra o robô Klank.
Será que os amigos vão conseguir bolar um plano ainda melhor para impedir T. Edison e salvar o mundo de ser subjugado pelo terrível vilão? Os livros da série Frank Einstein combinam heroísmo e ciência para contar histórias divertidas e instrutivas, estimulando a curiosidade e a criatividade de crianças e pais fórmula certeira de antigos e novos sucessos, como O Mundo de Beakman e O Show da Luna. Cada livro da série é dedicado a uma área da ciência: os volumes 1 e 2 abordam matéria e energia; este novo volume, 3, fala dos seres humanos, e os próximos tratarão de vida, geologia e astronomia.
Este mês a intrínseca preparou tantas novidades de arrasar os bolsos. Quais vocês ficaram mais interessados? Conte aqui nos comentários! 

Share this:

JOIN CONVERSATION

7 comentários:

  1. Tenho sérios problemas com livros com capas de filmes, esse problema sempre ocorre com os livros do Nicholas Sparks, realmente acho feio... Agora o que falar dessa nova capa de "A última carta de amor"? apaixonada, já quero!

    Beijos
    Blog Relíquias

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também não gosto de capa de livro com capa de filme. Acho muito desnecessário... E essa nova capa de À última carta de amor está mais linda que a primeira. Segue mais a linha romântica clássica das outras capas da Jojo neh? Obrigada pela visita! 💛

      Excluir
  2. Oi Le !
    Amei a capa de A Ultima carta de amor. Louca para ler novo livro do Rick Riordan, As provações de Apolo.

    ResponderExcluir
  3. Li destinos e fúrias no kindle (inglês) e amei a forma de escrever da Lauren e a história. Mas, em alguns momentos me peguei achando diversas similaridades com Gone Girl. Mesmo assim recomendo a leitura.

    ResponderExcluir
  4. Ótimas dicas. Eu, particularmente, gostaria de ler "A Última carta de Amor" (linda capa!) e "As provações de Apolo", pois adoro Rick Riordan. Abraços.

    ResponderExcluir
  5. Os lançamentos desse mês não me animaram muito. Essa capa de A Ultima Carta de Amor está linda, mas a antiga é minha preferida.
    Também não sou muito fã de livros com capa de filme, se eu fosse comprar Como eu era Antes de Você, compraria apenas pra ver meu lindo Sam divando na capa (a capa está linda)
    O único que me interessei foi As Provações de Apolo, espero poder acompanhar desde o início essa nova história de Rick.

    Cupcakeland

    ResponderExcluir
  6. Intrínseca comprou minha alma com a JOJO, e olha que não gosto de romance! Mas essas histórias...

    ResponderExcluir