Falando de série... Orphan Black

Orphan Black é uma série de ficção científica que tem como tema a Clonagem Humana, onde levanta pontos de sua identidade pessoal e de suas implicações morais e éticas. 
O núcleo principal da série é Sarah Manning uma órfã britânica, que após presenciar o suicídio de uma mulher (idêntica a ela) em uma estação de trem, vê a chance de trocar de identidade e resolver seus problemas pessoais e quiçá financeiros (como diria uma amiga: matar dois coelhos em uma caixa d’água só! Sim, caixa d’água, eu mataria bem mais de dois com uma rs). 
Sarah tinha como objetivo limpar a conta bancária de Elizabeth Childs, para fugir com sua filha Kira, de sete anos, e com seu irmão adotivo Felix Dawkins. Ela aproveita a morte de Beth para despistar seu ex-namorado Victor, que é traficante de drogas. Só que ao assumir a identidade de Beth, uma detetive de policia, ela se vê envolvida em uma conspiração de clonagem. Enquanto tenta ajudar suas irmãs recém-descobertas a desvendarem sua origem, ela tem que fugir de um grupo de religiosos fanáticos que as querem mortas e impedir que a polícia descubra sua verdadeira identidade.
 O plano de se livrar de seus problemas a colocou em outro bem maior, e no centro de um mistério, afinal não é todo dia que vemos nosso reflexo andando por aí né?!

"Apenas uma. Somos poucas. Sem família, também. Quem sou eu?"


Confesso que comecei a ver essa série com certa desconfiança, pelo fato de que a mesma atriz (óbvio são clones né rs), Tatiane Maslany,  interpreta vários personagens, achei que ficaria meio confuso até para distinguir quem é quem, mas muito pelo contrário, até agora não me decepcionei. No começo achei estranho? Um pouco, mas foi mais pelo fato de: De onde está surgindo tanta gente igual? Hahaha. Mas olha, é impossível não saber diferenciar, todas possuem personalidade forte e me conquistaram muito (sério, estou aqui tentando imitar o sotaque ucraniano da Helena <3, não me julguem rs)! Fazem dois dias que comecei a assistir, e já estou na 3ª temporada, não saberei lidar com a espera das próximas, fato.
E o quê esperar das C, além de muita confusão? (o “clube das Clones” evitam usar a palavra com C!)
Uma policial por “acidente”, uma professora de educação física, bem mãezona, mas não menos louca, uma excelente cientista e como toda boa “família” uma ovelha negra, com tendências psicopatas eu diria (a minha preferida). Mas o clube sempre pode aumentar né? Ninguém sabe quantos clones há por aí...



Orphan Black é uma série Canadense produzida pela Temple Street Productions, em associação com a BBC America e o canal Space, Criada por Graeme Manson e John Fawcett. 
Atualmente não é exibida por nenhum canal brasileiro, mas abençoada seja a Netflix! Já é possível encontrar as 3 temporadas lá, e em breve a quarta! 









E você, já assistiu? Se não, prepare a pipoca e corra pra Netflix, porque vale a pena!






Share this:

JOIN CONVERSATION

12 comentários:

  1. Oi Laís !
    Eu estava agora mesmo procurando uma nova serie para assistir... Adorei esse post, a serie parece ser envolvente vou começa assistir agora mesmo. Obrigada pela indicação !

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Maria! Espero que tu goste! Depois me conte o quê achou, beijos!

      Excluir
    2. Estou na 3° temporada em dois dias estou adorando, Tatiane Maslany é uma atriz incrível, por interpretar tantos personagens de forma excelente.
      Muito obrigada por me indicar a serie! Recomendo a todos
      !

      Excluir
    3. Fico feliz que tenha gostado! E notícia boa: Próxima sexta (15/07) sai a quarta temporada na Netflix! <3

      Excluir
  2. Oi Laís, tudo bem?
    Adoro essa série, fantástica! Já estou na quarta temporada e sempre me surpreendendo. Gosto muito da interpretação da atriz Tatiane Maslany, ela é super versátil e suas personagens cativam a gente, com suas personalidades tão diferentes e ao mesmo tempo, tão iguais! Realmente é viciante. Super indico! Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Márcia!
      É muito viciante, que bom que me entende! Triste ter só 10 episódios por temporada ):
      E não sei se tu viu, mas a quinta será a última (chorando), o lado bom é que não vão "encher linguiça" na história.
      Beijos

      Excluir
  3. Sempre tive curiosidade de assistir a série, mas tinha a mesma ressalva que você sobre uma única atriz fazer diferentes papéis. Amei a resenha e vou colocar na minha lista para assistir (infinita)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Priscila!
      Creio que tu não vai se arrepender! Depois me conte o que achou, tá?!
      Beijos

      Excluir
  4. Eita! Calma, deixa eu respirar pQ eu tenho motivos para dar gritinhos ao falar de OB e da Tatiana Maslany.
    Assisto a série desde a estreia e confesso: AMO desde sempre.
    O fato da Tatiana interpretar todos os clones do project LEDA é simplesmente sensacional. Me diz, com certeza, ESSA MULHER NUM É INCRÍVEL e merece o Emmy dela que foi roubado esse ano???
    A série é muito inteligente e a 4ª temporada em si, segue bem creepy em relação aos acontecimentos da 3ªS.
    É uma série rica em detalhes e muito curiosa, se posso assim dizer. Não dá para eu falar muito, se não, acabo soltando algo. Mas vamos ficar os a espetacular atuação da Tati e a cena do Clone Dancing Party da 2ª temporada.
    Beijos, sou fã doida da série. kkkkkkkkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Calma, me espera que eu grito junto! hahahahaha
      Essa mulher merece o Emmy, o Oscar, o Grammy, Globos de Ouro... TRAGAM TODOS!
      E sobre a Clone Dancing Party: eternizada em nossos corações, ri o episódio inteiro, porque a Helena é lacradora nos passinhos!
      Beijos!
      Ah, volte sempre para gritarmos rs

      Excluir
  5. Laís, então, depois do seu post sobre THE 100 eu fui correndo assistir e amei... Agora vou ter q correr na Netflix pra assistir Orphan Black, acho que vou adorar!

    ResponderExcluir
  6. Aline, fico feliz que tenha gostado de The 100 <3! Espero que goste de OB também, depois me conte!
    Beijos

    ResponderExcluir