Dia da toalha

Olá Leitores de praxe, 
Hoje vim falar do dia da toalha já que eles está pertinho. 
“- Mas que raios é o dia da toalha Fabi?”

O dia da toalha (25/05) é uma homenagem dos fãs ao escritor Douglas Adam, autor do livro Guia do Mochileiro das Galáxias, um dos livros de ficção cientifica mais conhecido e importante atualmente. A data foi criada em 2001, no mesmo ano do falecimento do autor, e a homenagem fez sucesso entre os fãs que comemoram o dia até hoje.  Neste dia as pessoas saem de casa com uma toalha, pois de acordo com o guia: 

“A toalha é um dos objetos mais úteis para um mochileiro interestelar. Em parte devido a seu valor prático: você pode usar a toalha como agasalho quando atravessar as frias luas de Beta de Jagla; pode deitar-se sobre ela nas reluzentes praias de areia marmórea de Santragino V, respirando os inebriantes vapores marítimos; você pode dormir debaixo dela sob as estrelas que brilham avermelhadas no mundo desértico de Kakrafoon;

Pode usá-la como vela para descer numa minijangada as águas lentas do rio Moth;

Pode umedecê-la e utilizá-la para lutar em combate corpo a corpo; enrolá-la em torno da cabeça para proteger-se de emanações tóxicas ou para evitar o olhar da Terrível Besta Voraz de Traal (um animal estonteantemente burro, que acha que, se você não pode vê-lo, ele também não pode ver você – estúpido feito uma anta, mas muito, muito voraz);

Você pode agitar a toalha em situações de emergência para pedir socorro;

E naturalmente pode usá-la para enxugar-se com ela se ainda estiver razoavelmente limpa.”

Ou seja: Uma toalha pode te salvar!
Acho que alguma vez você já deve ter recebido uma referência a respeito, a mais comum delas é “42 é a resposta para tudo”.  A referência surgiu, pois, em um dos livros uma civilização constrói um robô superinteligente que era capaz de responder qualquer dúvida. Porém ao ser questionado sobre o sentido da vida, o universo e tudo mais, ele deu um prazo de milhares de anos para realizar os cálculos e descobrir a resposta. A resposta foi: 42. 
Algumas pessoas também lembram a data como Dia do Orgulho Nerd, porém este nome se refere a data da première do primeiro filme da série Star Wars Episódio 4: Uma nova Esperança, lançado em 1977.
O Guia do Mochileiro das Galáxias foi lançado no Brasil pela editora Sextante. Ele foi dividido em 5 livros, vamos conhece-los um pouco:

#1 O guia do Mochileiro das Galáxias: Arthur Dent tem sua casa e seu planeta (sim, a Terra) destruídos em um mesmo dia, e parte pela galáxia com seu amigo Ford, que acaba de revelar que na verdade nasceu em um pequeno planeta perto de Betelgeuse.
Considerado um dos maiores clássicos da literatura de ficção científica, este livro vem encantando gerações de leitores ao redor do mundo com seu humor afiado. Este é o primeiro título da famosa série escrita por Douglas Adams, que conta as aventuras espaciais do inglês Arthur Dent e de seu amigo Ford Prefect. A dupla escapa da destruição da Terra pegando carona numa nave alienígena, graças aos conhecimentos de Prefect, um E.T. que vivia disfarçado de ator desempregado enquanto fazia pesquisa de campo para a nova edição do Guia do Mochileiro das Galáxias, o melhor guia de viagens interplanetário. Mestre da sátira, Douglas Adams cria personagens inesquecíveis e situações mirabolantes para debochar da burocracia, dos políticos, da "alta cultura" e de diversas instituições atuais. Seu livro, que trata em última instância da busca do sentido da vida, não só diverte como também faz pensar.

#2 O Restaurante no Fim do Universo: O que você pretende fazer quando chegar ao Restaurante do Fim do Universo? Devorar o suculento bife de um boi que se oferece como jantar ou apenas se embriagar com a poderosa Dinamite Pangaláctica, assistindo de camarote ao momento em que tudo se acaba numa explosão fatal? A continuação das incríveis aventuras de Arthur Dent e seus quatro amigos através da galáxia começa a bordo da nave Coração de Ouro, rumo ao restaurante mais próximo. Mal sabem eles que farão uma viagem no tempo, cujo desfecho será simplesmente incrível. O segundo livro da série de Douglas Adams, que começou com o surpreendente "O Guia do Mochileiro das Galáxias", mostra os cinco amigos vivendo as mais inesperadas confusões numa história cheia de sátira, ironia e bom humor. Com seu estilo inteligente e sagaz, Douglas Adams prende o leitor a cada página numa maravilhosa aventura de ficção científica combinada ao mais fino humor britânico, que conquistou fãs no mundo inteiro. Uma verdadeira viagem, em qualquer um dos mais improváveis sentidos.

3# A Vida, o Universo e Tudo Mais: Arthur Dent ficou cinco anos abandonado na Terra Pré-Histórica. Mesmo depois de tanto tempo, ele ainda acordava todas as manhãs com um grito de horror por estar preso àquela monótona e assustadora rotina. Talvez Arthur até preferisse continuar isolado em sua caverna escura, úmida e fedorenta a encarar a próxima aventura para a qual seria forçosamente arrastado: salvar o Universo dos temíveis robôs xenófobos do planeta Krikkit.
Este é o terceiro volume da "trilogia de cinco" de Douglas Adams, um dos mais cultuados escritores de ficção científica de todos os tempos. Seu humor corrosivo e sua habilidade em criar situações improváveis tornam seus livros indispensáveis para qualquer um que tenha capacidade de debochar de si mesmo.
Usando o planeta Krikkit como paródia da nossa sociedade e das guerras raciais, Adams cria uma história divertida, inteligente e repleta dos mais inusitados significados sobre a vida, o universo e tudo mais.

4# Até Mais, e Obrigado Pelos Peixes! : Depois de oito anos vagando pelos mais insondáveis cantos da Galáxia, Arthur Dent está de volta à Terra, e tudo parece estranhamente normal. 
Todas as coisas estão em seus devidos lugares – sua casa, seu emprego, seu planeta –, e é justamente por isso que ele começa a desconfiar de que, ou ficou completamente maluco e tudo não passou de uma grande alucinação, ou algo de muito mais estranho do que viagens espaciais a bordo de naves alienígenas poderia estar acontecendo.
Em busca de respostas que possam explicar não só como a Terra poderia continuar a existir – já que ela havia sido destruída para dar passagem a uma estrada interplanetária anos antes –, mas também por que tudo estava absolutamente igual ao que era, exceto pelo misterioso desaparecimento dos golfinhos, Arthur começa uma nova jornada.
Uma das poucas pessoas que poderiam ajudá-lo a compreender toda a história é Fenchurch, uma linda garota que tem surtos psicóticos desde que teve uma revelação transcendental sobre o porquê de as coisas darem sempre tão errado para os humanos.
Decididos a encontrar a verdade, Arthur e sua nova companheira tentam descobrir se a CIA é mesmo a responsável por tudo, produzindo alucinações coletivas ao testar uma nova arma química, embora não acreditem nem um pouco nessa versão.
Juntos, Arthur e Fenchurch vivem um grande, profundo e divertido amor, cheio de beleza e poesia, mas repleto das mais inusitadas situações, enquanto procuram o motivo de tanta confusão.
Teriam os dois imaginado tudo aquilo? Mas, então, onde estariam os golfinhos? E o que queriam dizer com a mensagem "Até mais, e obrigado pelos peixes!"? Isso é o que você e Arthur Dent estão prestes a descobrir!

#5 Praticamente Inofensiva: Os anos mais conturbados como um viajante solitário já haviam passado. Arthur Dent se resignara à nova condição e se acostumara à vida pacata e relativamente feliz como Fazedor de Sanduíches em Lamuella. Conquistara até um certo prestígio junto aos habitantes locais e fazia disso um bom argumento para continuar por lá. 
Ao mesmo tempo, Ford Prefect via-se num conflito profissional ocasionado pela repentina venda do Guia do Mochileiro das Galáxias para outra editora. Sem compreender o funcionamento do novo Guia – que passara a se "comportar" de forma estranha – e não gostando nem um pouco de seu novo cargo como crítico de restaurantes, Ford se mete em alucinantes roubadas para não sair prejudicado (e para obter algum lucro, é claro).
Em outro ponto do Universo, Tricia McMillan havia feito fama intergaláctica como repórter e levava uma rotina razoavelmente satisfatória, até um pequeno planeta chamado Rupert ser descoberto e tudo começar a dar estranhamente errado em sua vida.
Espalhados pelos mais insondáveis cantos da Galáxia, Arthur, Ford e Tricia iam tocando suas vidas da melhor forma que podiam, mas tudo se complica novamente quando eles se reencontram. Tentando manter a sanidade e salvar a si mesmos, eles acabam assistindo juntos ao inevitável destino da Terra. Com reviravoltas surpreendentes, Praticamente Inofensiva traz aguardadas respostas, lança novas perguntas e, acima de tudo, faz o leitor lamentar o fim da saga de Dent e seus companheiros.

Ufa! Bastante coisa, não é? 
Mas a grade novidade é que agora a editora Arqueiro (irmã da editora Sextante) decidiu juntar tudo isso em um só livro chamado “O guia definitivo do Mochileiro das Galáxias”, que foi lançado dia 02 deste mês! 

| Editora: Arqueiro
| Autora: Douglas Adams
| Páginas: 672
| ISBN: 9788580415544
Skoob









E tem mais: ficou curioso pelo dia toalha e quer saber um pouquinho mais sobre esse maravilhoso trabalho do Douglas Adams? A editora Arqueiro irá realizar eventos entre os dias 21 e 22 por diversos estados do Brasil. Clique Aqui  ou na imagem e confira as datas e locais dos eventos.

Share this:

JOIN CONVERSATION

10 comentários:

  1. Olá Fabiana, Puxa confesso que nunca tinha me interessado pelos livros do autor Douglas Adam, por mais feio que isso possa ser eu sempre julguei eles pelas capas, que não agradam por sinal... Mas não fazia ideia sobre o dia da toalha, mesmo já ouvindo não fazia ideia do porque.
    Adorei o post!

    Blog Relíquias

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico feliz que gostou Aline,
      Fiz o post porque já fiquei muito tempo sem entender o que era o dia da toalha.
      Se possível tente ler um trecho do livro, espero que goste.
      Beijos

      Excluir
  2. Dia da toalha é feriado nacional meu e do meu pai rs (somos fissurados em ficção científica e não tem como não ser Geek sem amar Douglas Adams). Tentarei comparecer no evento em Campinas.
    Não sei se conhece, mas temos também a convenção de ficção científica (na biblioteca, próxima à prefeitura), vale muito a pena ir.
    Obrigado pelos peixes!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Priscila, que legal!
      Irei comparecer no evento de São Paulo e falar como foi. Aqui existem diversos eventos para o publico Nerd.
      E qualquer dúvida lembre-se: 42

      Excluir
  3. Nossa que interessante nunca tinha ouvido falar do dia da toalha, mas na Praxe vemos de tudo do mundo literario <3 Eu tenho todos do Guia do Mochileiro das Galáxias mas infelizmente não tive como ler ainda. Provavel que depois desse post maravilhoso eu comece a le-los \o/.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pelo elogio Maria <3
      Se der tira um tempinho pra ler ele

      Excluir
  4. Ficou bem legal o artigo, parabéns.
    Não conhecia sobre o dia da toalha mas os livros já me são mais familiares, pretendo ler assim que possível após a leitura do resumo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Lucas!
      Quando ler vem contar pra gente o que achou :)

      Excluir
  5. Olá. Nossa, que legal, adorei o dia da toalha! Muito criativo. Não li nenhum livro de Douglas Adams, mas acredito serem bem divertidos. Gosto de ficção cientifica. Com certeza vale a pena conferir! Obrigada. Abraços.

    ResponderExcluir
  6. Eu nunca tinha visto falar desses livros, achei engraçado o que podemos fazer com uma toalha, e é meio isso, como ela pode salvar sua vida, soa até poético rsrs

    ResponderExcluir