Capitão América: Guerra civil



Olá queridos amigos e leitores de praxe, eu sou... Espera, vocês não me conhecem? Imagino que a resposta seja, NÃO, mas, tudo bem. Vou me apresentar, me chamo Breno e fui convidado para ser um colunista (To chique “cara”) aqui do Praxe Literária junto a Letícia e suas espetaculares amigas e colunistas, irei abordar assuntos que amo como filmes e quadrinhos, mas terminando o papo chato, estou honrado e alegre em fazer parte da equipe e espero que vocês gostem de minhas resenhas que terão uma cara diferente do comum e se divirtam lendo, sem mais delongas, vamos lá! 
Capitão América: Guerra Civil é o mais novo titulo de aposta da Marvel Studios junto a Disney, antes de dar uma resenha acho interessante sabermos um pouco da sinopse para entendermos o que filmes abordará.
Sinopse: "Capitão América: Guerra Civil: encontra Steve Rogers liderando o recém-formado time de Vingadores em seus esforços continuados para proteger a humanidade. Mas, depois que um novo incidente envolvendo os Vingadores resulta num dano colateral, a pressão política se levanta para instaurar um sistema de contagem liderado por um órgão governamental para supervisionar e dirigir a equipe. O novo status que divide os Vingadores, resultando em dois campos: um liderado por Steve Rogers e seu desejo de que os Vingadores permaneçam livres para defender a humanidade sem a interferência do governo; o outro seguindo a surpreendente decisão de Tony Stark em apoio à supervisão e contagem do governo.”(Fonte: Wikipedia)



Após a breve sinopse podemos notar que temos alguns elementos do quadrinho, porém falarei disso mais para frente aqui na resenha, que nem Jack Estripador, vamos por partes. O filme puxa elementos distintos do quadrinho, mas com um toque único e original em seu roteiro adaptado, como os próprios Irmãos Russo (responsáveis pela direção do filme) disseram o filme é apenas uma ideia inspirada no quadrinho ele teria sua historia acompanhando mais os acontecimentos que rondaram “Capitão América: Soldado Invernal” e “Os Vingadores: Era de Ultron”, junto a esses acontecimentos ainda dentro da trama temos a planos paralelos e resurgimento de Bucky Barnes nosso querido “Soldado Invernal” que de maneira indireta acabou se envolvendo a essa salada mista de problemas.

Além desses acontecimentos temos a tragédia em Sokóvia que faz com que a ONU e o governo mundial criassem o “Tratado de Sokóvia” que obriga os Vingadores a concordar com os termos propostos e que todos assinassem o tratado, onde os mesmos teriam que trabalhar para as Nações Unidas e teriam que ser responsabilizados pelos seus próprios atos por um poder acima deles. A partir daí vemos que o filme retrata de sua maneira que no mundo dos quadrinhos Marvel é um arco muito prestigiado e adorado pelos leitores (vocês, seus lindos). De maneira direta o filme vem ganhando um forte peso no cenário das bilheterias arrecadando em três dias de exibição uma média de 84 milhões estreando em mais de 38 países, valendo lembrar que a estreia de maior peso que é nos Estados Unidos será realizada 6 Maio, após essa estreia poderemos ver números pulando que nem pipoca na panela. 
Agora um pouco mais sobre o foco do filme, Capitão América: Guerra Civil mais uma vez mostra uma receita que ao longo de quase dez anos de filmes Marvel vem dando certo, a mistura de humor e aventura que vem apaixonando a cultura pop cada vez mais, porém nesse filme além desses elementos distintos temos ainda alguns tons diferentes do costume da Marvel como um toque de drama e até mesmo de conflito que foram introduzidos de maneira correta sem deixar o filme confuso, como já vimos em “Os Vingadores” de 2012, Tony Stark e Steve Rogers vem se conflitando a um tempo e aos poucos seu relacionamento foi caminhando até o presente momento, no atual cenário a Marvel Studios não tinha apenas uma missão mas, como varias para tornar esse filme o encerramento perfeito de arcos que se formaram no decorrer das fases e iniciar um novo modo de vermos o grupo de heróis mais poderosos da Terra, e nossos queridos irmãos e diretores: Anthony Russo e Joseph V. Russo, conseguiram fazer. Mesmo não sendo ainda o melhor filme da Marvel, de longe sabemos que é o melhor filme do Capitão América e ainda é o melhor que muitos outros filmes da Marvel Studios, sobre a parte técnica do filme só tenho elogios tanto ao 3D quando ao 2D, o filme consegue trazer uma certa frenesi nas cenas de lutas junto a uma ótima e convincente coreografia de luta, a atuação de toda equipe se mantém no patamar do aceitável com algumas surpresas e destaques, receita velha da padaria Marvel. 

Outro fator que vale destacar são as introduções nesse filme que me deixou alegre e ansioso, do mesmo da lado junto ao amado “TeamIron” temos dois novos personagens que irão com certeza dar um peso ao cenário de fases da Marvel, com o desgaste e tentativas vimos um herói extremamente amado perde a praça nesses últimos anos que foi o amigo da vizinhança, Homem-Aranha, tendo em seu passado dois atores que atuaram em 2 ou 3 filmes e não vingaram, mas, agora com a volta do cabeça de teia junto a sua casa antiga que é a Marvel, temos um novo visual junto com um tom tradicional a nova tentativa e aposta, nesse novo Homem-Aranha vemos o ator novato, Tom Holland, atuando seu herói favorito e com tons a favor dele, então fico na torcida de coisas novas e inovações ao decorrer de seu crescimento nessa nova fase que se inicia e por outro lado temos a estreia de um personagem que nunca foi explorado pela Marvel Studios, mas, sempre teve seu peso nos quadrinhos, o personagem que é mais rico que Tony Stark e Bruce Wayne juntos e atual rei de Wakanda e detém o manto de guerreiro junto, T'Challa, aí temos um herói que irá ajudar Os Vingadores de maneira muito vantajosa no futuro, além de ser um lutador de eximia habilidade e ser podre de rico, temos mais ''cara'' com um uniforme ou armadura como preferir chamar  indestrutível, feita apenas de ''Vibranium'' que é o metal fictício responsável pelo Escudo do Capitão. O ator também estreante Chadwick Boseman, que convenceu a todos com sua atuação e sotaque carregado. Esses elementos destacam o filme de maneira que só convence você sair nesse friozinho e pegar um cineminha, mas temos que ser críticos em alguns momentos e é aí que entrarei com os elementos do quadrinho (SPOILER ALERT).


O titulo ''Guerra Civil'' realmente foi um belo de um marketing para esse filme e para mim uma aposta ousada, quando foi anunciado sua adaptação isso deixou muitas duvidas e uma das principais era: ''Como irão fazer um filme desses com apenas um elenco de 10 heróis sendo que o quadrinho possui muitos heróis e claro seria praticamente introduzir todos de maneira corrida e ainda seria muito caro, imagina o cachê para fazer algo igualzinho ao quadrinho. Sem falar que fugiria muito da historia que os filmes ligados apresentam. Outra duvida foi o que eles fariam com a polemica continuação no quadrinho onde o Capitão morre em “Capitão América: Morre uma lenda”, muitas duvidas surgiram nesses tempo até agora e é ai que a Marvel Studios junto aos irmãos Russo teve que ter jogo cintura para convencer que o filme não seria mais um terceiro filme de um herói que seria um fracasso, ainda mais com esse titulo isso iria desolar os fãs, aos poucos a Marvel e os irmão foram modelando um filme que seria aceitável e também uma boa surpresa. Claro para aqueles que leram o quadrinho o filme não teve muitas surpresas e talvez tenha chateado um pouco, só que precisamos lembrar que o Universo cinematográfico e o de quadrinhos da Marvel nunca iriam se misturar, isso já foi conversado anos atrás. Um ponto bacana no filme foi a associação do registro dos heróis e o que convenceu Stark a concordar com isso, que tanto no quadrinho quanto no filme é uma Mãe que perde seu filho por conta da irresponsabilidade de heróis, isso foi uma coisa que me chamou a atenção. E por ultimo que posso dizer sobre o filme é a parte original dele, que é Capitão e Bucky juntos encarando as dificuldades para continuarem a ser amigos e claro o seu embate contra Homem de Ferro que é uma das melhores lutas de heróis que já vi, aquela cena ficará gravada em minha memória por um bom tempo. O filme soube adaptar a mistura de um filme de adaptação original com os elementos de onde foi adaptado, isso a Marvel já tá craque, então galera para concluir, o filme é sim uma obra fantástica cheia de humor, aventura, emoção e ação. Compensa muito ver e recomendo que vejam o filme e depois procurem saber mais nos quadrinhos, obrigado por lerem esta extensa resenha, procurei detalhar para que fiquem cientes de como será o filme possam ver e se divertir. Ah, quase esqueci, o filme tem duas cenas pós creditos, então não esqueçam. Obrigado e até próxima resenha.

Share this:

JOIN CONVERSATION

17 comentários:

  1. Bem-vindo ao praxe. Tenho certeza que a Letícia vai lhe dar muito amor.
    Esse filme com certeza foi um dos mais aguardados desse ano, todos criaram expectativas em cima dele e fico feliz por saber que todas estão sendo atendidas. Ainda nao assisti o filme, só vejo coisas boas sobre ele e pense em uma pessoa ansiosa, sou eu o/
    Você parece entender muito do assunto haha, amei o jeitinho de explicar.

    Cupcakeland

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, estou feliz pelo convite que a Leh fez para mim e espero que vcs curtam e se divirtam muito com minhas resenhas.

      Excluir
  2. Olá, realmente este filme foi muito aguardado, não pude conferir ainda o resultado mas adorei a maneira como você deixou explicado no post, parabéns e bem vindo!

    Beijos
    Blog Relíquias

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Opa, obrigado, aguarde para novas resenhas...lool

      Excluir
  3. Estou super ansiosa para ver o filme, infelizmente devido às correrias do dia-dia, só conseguirei na semana que vem. Mas já li o livro (xodó) e já escolhi TeamCapitain :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O filme compensa muito, nao revelo qual e o meu team...loool

      Excluir
  4. Prazer em conhece-lo Bento.
    Excelente resenha, passei os últimos meses aguardando o filme, pesquisando rumores etc. E agora que ele estreio ainda não tive a oportunidade de conferir a adaptação ;( sua resenha atiçou mas ainda minha curiosidade a boa noticia é que talvez vou poder assistir hoje \o/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aeeee, espero q tenha visto e se divertido muito...

      Excluir
  5. Bem-vindo Bento! Sucesso por aqui!
    Acho que sou a única pessoa que ainda não viu esse filme,rsrs
    bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Opa obrigado, espero q consiga ver o filme...

      Excluir
  6. Oi Bento, primeiro devo parabenizá-lo pelo post, está incrível. De verdade, adorei.

    Lógico que eu não perdi tempo e já fui assistir o filme. Eu amei a participação do Homem Aranha e sou #teamiron ou melhor dizendo... #teamtonysterco hahahaha.
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, concordo com vc tbm sou team tonysterco...kkkkkkkkkkkkkk

      Excluir
  7. Uau, parabéns pela resenha!
    Ainda não pude assistir, mas depois desse post minhas lombrigas #teammarvel estão atiçadas hahaha
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. huauhasauhsauhsauhsauhsahu... obrigado e espero que vc e suas lombrigas consigam ver...loool

      Excluir
  8. Eu ainda não fui vê, estou sofrendo com isso.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. não sofra, torço para que vc consiga ver...loool

      Excluir
  9. Olá! Bem vindo! Tenho certeza que nos divertiremos com suas resenhas e dicas e ficaremos muito bem informadas(os)! E já começando em grande estilo, com um filme tão esperado por todos. Adorei suas palavras e, como ainda não fi o filme, fiquei mais empolgada ainda! Como não amar Marvel? É aventura e adrenalina direto! Obrigada pela ótima resenha. Até a próxima. Abraços.

    ResponderExcluir