Anseio - A disputa do coração de Débora S. Mattana

O livro começa com uma breve descrição de uma vida passada de Megan, contada por Erick. Nessa “introdução” você consegue entender um pouco do sentimento de Erick por Megan e entende também sobre o destino de ambos. Sendo Erick um anjo adaptado, ele é imortal e tem que ver sua amada reencarnar humana e amar outro homem em diversas vidas. Um adaptado ama apenas uma fêmea por toda eternidade e Erick só deseja poder viver plenamente esse amor com sua amada, porém, parece que os Deuses não querem assim.

"Eu a amo. Perdê-la me causa a dor mais insuportável que já senti. E  infelizmente já experimentei muitas vezes."

Nos dias atuais, Megan é uma garota de 17 anos, mora no Sul do Brasil com o pai e a madrasta. Terminou o ensino médio e está de “férias” se divertindo com os amigos Roz e Georgiana que também estão de “férias” das obrigações e pensamentos sobre faculdade, trabalho, etc. Mas o pai e a madrasta a pressionam para que escolha qual faculdade irá cursar. A amizade de Meg, Gê e Roz é bonita e sincera, pelo menos é isso que você pode pensar ao ler o início dessa apaixonante história.


Meg ama seus amigos, faria qualquer coisa por eles, Ge apesar de seus problemas familiares escolheu uma nova família com seus amigos e com certeza ela é a amiga que todos querem ter, meiga, sincera, um pouco louca mas verdadeira e fiel. Roz é fechado, ao mesmo tempo que demonstra um grande desejo por Meg também a rejeita. Grosso e muito estúpido na maioria das vezes ele aparenta mesmo assim gostar das amigas e faz tudo por elas. Megan em um determinado ponto da história se muda para outro estado, sua mãe está doente e quer que ela fique perto. Meg sente que sua intuição, seu desejo e anseio pode ser desvendado nessa nova fase da vida, seus amigos a acompanham e lá, nessa nova casa ela conhece Erick. 

"Meu cérebro gritava "fuja"! Meu coração gritava "acredite"!"

Entre duas paixões, Meg tem que fazer a escolha entre Erick e Roz, mas isso não é tudo, muitos segredos são desvendados no decorrer dessa disputa do coração. Será que dessa vez Erick terá a chance de mostrar todo seu amor? Será que Meg dará essa chance a ele? O que será que acontece com uma humana que beija um adaptado? Essas perguntas só terão respostas ao ler este maravilhoso livro. 

"E, quando sorri, as covinhas em suas bochechas são mais que irresistíveis."

Adorei essa leitura, no inicio senti a leitura um pouco arrastada por não ter muita ação, mas da metade do livro em diante não consegui mais largar. Precisava saber a cada página o que iria acontecer. Esse livro nos orgulha por ser nacional! Quando concluí fui direto falar com a autora, estava desesperada pela continuação e muito, muito ansiosa pelo que aconteceu aos personagens. Saiba que é um livro excelente, envolvente e muito bom!



| Livro: Anseio - A disputa do coração
| Autora: Débora S. Mattana
| Editora: Novo Século
| Páginas: 320
| ISBN: 9788542802825
| Onde comprar

Share this:

JOIN CONVERSATION

5 comentários:

  1. Puxa Le, um livro nacional cinco estrelas?
    Não sei se conhecia, mas sua resenha me motivou a procurar mais sobre a autora.

    ResponderExcluir
  2. Adoro histórias que tem como pano de fundo um amor de vidas passadas. Me interessei prla sinopse e mais ainda quando vi que você deu 5 estrelas

    ResponderExcluir
  3. Oi Le !
    Que ótima resenha. Amo livros de anjos, mas confesso que nunca li livro nacional com essa temática. E esse despertou demais minha curiosidade, esta lindeza vai para minha lista de desejáveis

    ResponderExcluir
  4. Oi Le!!!
    Juro que via esse livro e NUNCA imaginei que ele era de (sobrenaturais, fantasia?) sério. Parece bem legal. Amo quando nossos autores arrasam nas publicações. Oh orgulho!!
    Beijos,amei o post.
    <3

    ResponderExcluir
  5. Oi!
    Que legal ser um livro nacional. Gostei da sinopse e sua resenha me deixou curiosa para conhecer mais dessa história. Creio ser uma leitura muito interessante, leve e cativante. Não conheço essa autora, mas vou ler mais a respeito dela. Obrigada pela dica. Abraços.

    ResponderExcluir